O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Saturday, October 21, 2006

A Cor do Desejo

.

Leio no «DESTAK» de ontem a surpreendente notícia de que as Mulheres «que vestem lingerie encarnada desfrutam mais das experiências sexuais e atingem mais rápido o orgasmo». E que «não são só os homens que se deleitam com lingeries sensuais». Huuum, mesmo abstraindo da perplexidade de a satisfação parecer assimilada a um contra-relógio, suspeito fortemente de que não se trate de um puro deleite cromático assentando no calor de cada tom. Embora saiba que as aves destrinçam melhor as cores do que o Homem e fazem melhor aproveitamento do facto, tenho dificuldade em transpor, sem mais, essa característica para a metade da Humanidade provida de asas.

Desconfio antes que tão incontestável conclusão da ciência esteja antes associada à qualidade da investida do parceiro, o que nos remete para o efeito que os panos vermelhos tenham sobre o macho, a exemplo do que sucede com os touros. E para aqueles eruditos esmiuçadores que garantam serem os cones e bastonetes do olho do boi bravo insusceptíveis de proporcionar sensibilidade particular ao vermelho e garantam que a razão do empenho do bicho está no agitar do capote, asseguro eu que nas lides eróticas do homo sapiens se está, precisamente, diante da mesma realidade... na forma como mexe está o ganho.

6 Comments:

  • At 10:09 PM, Anonymous Demokrata said…

    O vermelho pode ser a cor do desejo, mas verdade seja dita, que em cima desta senhora qualquer pano lhe assenta na perfeição. Abraço

     
  • At 10:35 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Meu Caro Demokrata:
    Em cheio, Caro Amigo, cor do desejo é a da... pele da Jovem.
    Abraço.

     
  • At 5:16 AM, Anonymous Luís Graça said…

    Super de acordo, amigo Paulo.
    Embora goste de lingerie vermelha, a minha favorita é "Malizia, La Perla", em verde.
    Uma dúvida: se é o vermelho da lingerie que nos move na direcção das donzelas, deve-se despir a lingerie antes do acto? Não será isso um suicídio erótico?
    E quanto a tauromaquia, recupero uma pergunta que fiz à capa espanhola Maribel Atienzar, nos idos de 1987, era eu imberbe plumitivo no DN:
    "No filme de Almodovar 'A lei do desejo' é sugerido o orgasmo no momento da estocada final no touro. O que pensa disto?".
    Respondeu-me a Maribel: "Nesses momentos pensa-se lá nisso!".
    No respeitável DN de 1987, a prosa do jovem estagiário da secção de Desporto (temporariamente roubado) deu brado.

     
  • At 11:22 AM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Meu Caro Luís:
    A Tua Amiga Espanhola sabia-a toda.
    Quanto à questão processual, continuando o paralelo, diria que toro, antes de chegar ao torero também pode mandar a capa pelos ares...
    E a retirada dos trapos pode ser arte, seja por quem os enverga, seja a remoção operada pelo explorador... no bom sentido, claro.
    Ab.

     
  • At 7:19 PM, Blogger JSM said…

    Caro Paulo Cunha Porto
    Lá está Você às voltas com o encarnado!
    Não se esqueça que há encarnado e encarnado. Na dúvida experimente fazer o teste tauromáquico. Mas estou convencido que até o cornúpeto sabe distiguir a realidade com capa e sem capote.
    Um abraço.

    PS: Gostei de ler e comentei um postal anterior que é sempre motivo de reflexão.

     
  • At 9:00 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Neu Caro JSM:
    O encarnado está inscrito no destino...
    Ab.

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra