O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Thursday, November 23, 2006

O Sangue dos Outros

.


Quando um Maronita é morto por muçulmanos gostaria de ver alguma indignação dos demais Cristãos. Quando um falangista cai gostaria de ver reacções entre os admiradores de José António. Quando um membro da martirizada família Gemayel segue o Tio e outros familiares no caixão e no sacrifício gostaria de ver a compaixão de todos os que sentiram perdas. Quando o quinto opositor de proa à dominação síria no Líbano é assassinado, nos últimos dois anos, gostaria de ver a condenação por aqueles que não perderam uma para estigmatizar a eliminação selectiva de terroristas por Isrrael.
Gostaria ver de todos algo mais do que o voto estéril pedindo que os homicidas sejam encontrados. Pierre Gemayel merece-o.

 Posted by Picasa

11 Comments:

  • At 1:18 PM, Anonymous çamorano said…

    Cierto político del Sur de Europa(que no es santo de mi devoción), mantiene silencio sobre el asesinato......

     
  • At 2:05 PM, Anonymous Ricardo Zenner said…

    Só que Gemayel foi morto pela Mossad (para variar, como tudo indica), de modo a desestabilizar a região, amigo Paulo.
    Apontar o dedo à Síria é mais uma "false flag" dos tampinhas, que são useiros e vezeiros nisso, se calhar para compensarem a falta de REAL capacidade militar.

    Saudações

     
  • At 2:09 PM, Blogger EURO-ULTRAMARINO said…

    Tem toda razão, meu caro Paulo. Mais um Gemayel sacrificado nesta família de mártires. Dir-se-ia que modelam-se nos antigos, quando a palavra sacrifício pela Pátria ainda tinha alguma validez. Pobre Líbano.
    Um abraço.

     
  • At 4:55 PM, Anonymous çamorano said…

    Tampinhas: personas de baja estatura ?

     
  • At 5:05 PM, Blogger miguel aniceto said…

    eu só gostava de saber como é que já se sabe no Misantropo que o crime é muçulmano. Será racismo?

    pense-se naquela velha regra de saber "a quem aproveita?"

     
  • At 5:18 PM, Blogger Capitão-Mor said…

    Uma guerra de mártires! Mas raramente nos lembramos dos cristãos que tombam por tais paragens.

     
  • At 7:11 PM, Anonymous Anonymous said…

    O Ricardo Zenner e o Miguel Aniceto devem ser agentes do Bin Laden, para saberem que o crime não foi cometido pelos radicais islamicos.

     
  • At 7:18 PM, Anonymous Ricardo Zenner said…

    Tampinhas. Definição: sujeitos, geralmente de grandes apêndices nasais, orelhas de abano, testa inclinada para trás e prognatismo acentuado, circuncisados (os homens), de estatura variável e cabelo geralmente encaracolado, que têm como característica mais marcante usarem uma tampa na cabeça, de tecido claro ou escuro, que entre eles se denomina kipa e entre nós solidéu. A função da dita tampa no topo do crâneo não é bem clara: se calhar destina-se a evitar que as ideias se evaporem...
    Ah, já me esquecia: também têm uma apetência desenfreada por dinheiro e julgam-se os únicos com direito a dominar a Terra, chamando aos outros (não-tampinhas) «gentios» ou «goyim», considerando-os sub-humanos, «aparentados com gente»... Por estas manias é que lhes apareceu o Adolfo pela frente, tipo carma colectivo.

    Esclarecido, amigo Çamorano?

     
  • At 7:24 PM, Anonymous Ricardo Zenner said…

    Ho, ho, ho! Temos um anónimo tampinha!
    Bolas, tomar-me por um agente da CIA a trabalhar com o fantasma do Bin Laden, é obra de imaginação! Informe lá a Mossad que sou Nacionalista, e com muita honra!

    É giro, quando se toca nos tampinhas, aparece logo na blogosfera uma quantidade de anónimos ou Buíças a protestar... Sintomático.

     
  • At 7:25 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Esse cujo nome, Çamorano Amigo, não queres recordar...

    Meu Caro Ricardo Zenner:
    Se vamos a acreditar que o Estado Hebraico enveredou pela suicidária pulsão de matar quem lhe era útil na região, não tarda estamos a imaginá-lo capaz da ciclópica tentativa de afundar as próprias tropas no Mar Morto e, quem sabe, prestes a culpá-lo pela tempestade que esta noite atingirá o nosso Pais.

    É uma sucessão de tragédias e constância na devoção à coisa pública, Meu Caro Euro-Ultramarino.

    O responsável pelo uso da palavra que explique, Caro Çamorano.

    Meu Caro Miguel Aniceto:
    Como todos os muçulmanos à volta do líbano e dentro dele são árabes e árabe era, embora Cristão, o assassinado não percebo para que é o racismo aqui chamado.
    Foi esse critério,justamente, que segui: Contra quem lutafa o falecido e a quem era incómodo? A Síria, em ambos os casos. Que políticos libaneses têm sido mortos? Os anti-sírios. Que País teve um responsável dos serviços secretos a fugir e confessar responsabilidades num destes casos? Ainda a Síria. Qual é a religião da Síria? A muçulmana. De que religião são os partidários libaneses da Síria? De várias, mas muito maioritariamente muçulmanos e com o exclusivo da força armada paraestatal.

    Desde sempre, Meu Caro Capitão-Mor. Tirando a bem-intencionada intervenção de Napoleão III, o Ocidente só tem olhos para a contínua luta entre os outros dois grandes monoteísmos da zona.

    Caro Anónimo.
    Penso que o desejo e os sentimentos pró e contra alimentam as análises e lhes determinam o sentido, é bem verdade.

     
  • At 7:27 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Não me pronunciarei sobre os últimos comentários, por me não serem endereçados, mas creio que os serviços secretos do Sr Hassad Jr. não desdenhariam colocá-los na parede dos complexos em que formam novos agentes, hihihihihi.
    Abraços.

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra