O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Tuesday, July 25, 2006

Atracção Fatal

.

Foi num 25 de Julho que rolou a cabeça de um Poeta, André Chénier, que está longe de ser, das muitas vítimas ilustres da Revolução, a que mais prezo. Ao contrário de Cazotte, que nunca se deixou fascinar pela política, mas morreu fiel ao Deus e ao Rei que conhecera, este jogou o seu papel. Viu assim como estão condenadas ao fracasso, em tempos revoltos, as tentativas de limitação da Realeza que excedam as ditadas pelo trabalho da Tradição. Quis-se constitucionalista e acabou a escrever panfletos contra o jacobinismo, hinos a Charlotte Corday, a menos condenável das assassinas; e a contemplar a divisão política que o apartava do seu próprio Irmão. Teve a dignidade de participar na defesa do Rei que queriam matar e mataram. Estava condenado. Como a permanência no cárcere foi longa, ainda deu para confirmar que na prisão alguns escritores se tornam bastante melhores do que o foram fora dela. O mesmo tribuno que gritou «A República não precisa de sábios», ao ser decidido o envio de Lavoisier para a guilhotina, poderia ter bradado neste caso: «A República não precisa de Poetas».

4 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra