O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Monday, November 27, 2006

Uma Mentira

.


Em 27 de Novembro de 1942 a Esquadra francesa do Mediterrâneo, sob as ordens do Almirante Conde De Laborde suicidou-se, afundando no Porto de Toulon oitenta e muitos navios. Quem conheça o amor que aquele Velho Marinheiro e a sua oficialidade tributavam aos seus barcos sabe bem o sacrifício que foi, tanto que, nos quinze dias precedentes tinham tentado de forma infrutífera, negociar a manutenção deles sob comando francês. Fizeram-no para que não caíssem nas mãos dos Alemães, os quais tinham, recentemente, invadido a Zona Livre e prometido entregar a cobiçada frota aos italianos. No fim da Guerra os responsáveis por tamanho acto de dignidade ainda foram condenados por traição. Para que se veja quão fluidos são os conceitos!

4 Comments:

  • At 12:38 PM, Anonymous Anonymous said…

    Porque infelizmente nunca há uma só verdade, nem um só entendimento.
    Sempre me fez confusão que quando alguém diz uma coisita os presentes tenham diversas maneiras de entender. Quando acontece com ninharias...
    Beijinho

     
  • At 12:52 PM, Blogger O Jansenista said…

    Ui, o que poderia dizer-se a esse respeito - um autêntico jogo de espelhos, por alguma razão os arquivos franceses sobre a guerra estão cerrados até 2040 se contiverem informação privada, 2060 se respeitarem a funcionários públios e 2090 se contiverem informação médica. Querem ter a certeza de que não restará ninguém vivo para ser julgado (acho que quase ninguém escaparia).

     
  • At 7:17 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Querida Marta:
    Neste caso, creio que foi uma maneira de entender todos os que não fossem seus como traidores, por parte da chamada «França Livre». Só Giraud escapou, graças ao guarda-chuva da protecção americana.

    Hihihihihi, Meu Caro Jansenista é facto que todo o Paaís se acomodou satisfatoriamente no leito do ocupante. Tirando os que se juntaram a De Gaulle não seria a parte de Vichy estritamente militar que encarnaria a maior distância dos Alemães? No caso de Laborde creio que nunca lhe perdoaram foi ter feito perder os barcos,num mal-estar com similitudes perante a incomodidade com que a Coisa Pública sempre viu o suicídio dos particulares.
    Beijinho e abraço.

     
  • At 10:29 PM, Anonymous Anonymous said…

    Enfim, França... esse país patético!

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra