O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Sunday, November 26, 2006

A Bota e a Perdigota

Não é o fundo da questão chilena que quero agora aqui discutir, o que será tema aliciante para futuro debate. Gostava somente de exprimir a minha perplexidade por a chamada do Google para esta notícia rezar asim: «Aos 91 anos, Pinochet ensaia um Mea Culpa», quando, pelo contrário, o veterano Estadista assumiu a responsabilidade dos actos do seu interino regime como necessidade pública e contestando os julgamentos de militares neles envolvidos, com os quais se solidarizou.
Acham que é corresponde ao título que citei? É assim que se escreve em bom jornalismo?

5 Comments:

  • At 1:15 PM, Anonymous Teresa said…

    "...apoyo a mis camaradas de armas, muchos de ellos privados de libertad, que sufren la persecución y la venganza de quienes desencadenaron la confrontación cívica ..." este tipo pensa que somos todos burros, ou quê? não foi isto mesmo e pior que ele fez no seu tempo? e que ainda agora faz, proferindo palavras destas? não concordo com a pena que dele têm pelos seus 91 anos! penas têm as galinhas! e a única pena que, em meu entender lhe resta, é até ao fim dos seus dias penar sem modormias pelos actos cometidos. e tenho dito!

     
  • At 1:35 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Querida Teresa:
    A minha opinião é diferente, mas como disse, não é a avaliação do regime que quero aqui sublinhar, mas o péssimo jornalismo que não percebe o que as pessoas dizem e faz caixas com o sentido inverso do corpo da notícia, como a Tua indignação demonstra. O que eu e Tu entendemos não percebeu o responsável pelo "Google". Nada a fazer!

     
  • At 4:23 PM, Anonymous Anonymous said…

    Querido Paulo
    De mau jornalismo está o mundo cheio, mas nem por isso desculpável
    Talvez o jornalista gostásse que Pinochet reconheça os assassínios que cometeu.
    Beijinho

     
  • At 5:44 PM, Blogger O Jansenista said…

    Pinochet salvou o Chile num momento crucial, num momento em que o Chile descambava para o descalabro financeiro e para a tirania comunista.
    Não subscrevo os métodos que usou, aplaudo os resultados que atingiu - fins que permitiram uma transição para uma autêntica democracia e sem perda de prosperidade (ao mesmo tempo em que o resto da América Latina, sabe Deus).
    Compreendo o seu gesto, que é o acto de contrição que se esperará de um bom cristão e de alguém que quer assumir as suas culpas antes de as prestar ao seu Criador.
    Se o imolarem na praça pública e com isso se evitar mais «ajustes de contas» o regresso «pseudo-justiceiro» daquele belo país aos delírios tirânicos allendistas - então merecerá um último aplauso, porque uma segunda vez terá servido superiormente o Chile.
    Um grande Homem admite os seus erros sem hesitações; é isso que distinguirá Pinochet daquele pigmeu moral que há decénios tiraniza Cuba - mais brutal decerto do que Pinochet, ainda que muito acarinhado por tudo o que é comunista, cripto-comunista, trovante e idiota útil.

     
  • At 6:21 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Querida Marta:
    Não tenho dúvida de que foi isso que aconteceu. Mas não haverá que assegurar alguma conformidade da caixa com o relatado? Imagine quem não fosse ver o desenvolvimento, com que ideia ficaria.

    Meu Caro Jansenista, como digo, não quero debater hoje a minha posição sobre o consulado de Pinochet,por achar que em tempos próximos virá ocasião mais talhada para o efeito.~Entretanto, não vejo a tal contriç~~ao nas palavras do General, o que não quer dizer que disso não seja capaz. Leio é o entendimento de que alguns procedientos mais duros foram necessários para salvar o Chile, logo a justificação deles, e a condenação DOS JULGAMENTOS dos caaradas castrenses envolvidos.
    Beijinho e abraço.

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra