O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Tuesday, October 10, 2006

Fora de Si

A maior infelicidade do Homem é jamais estar contente com o que tem e imaginar sempre melhor a condição alheia. A maior superstição é pensar que consegue identificar antecipadamente o que o faria feliz, antecâmara da desilusão sem remédio. Cada máscara que um põe desperta noutros não tomados totalmente pela abulia a vontade de ser como ele, que mais não é do que uma curiosidade que põe o enjoo próprio em primeiro plano.
Quando é mais do que óbvio para quem está de fora que a busca que não cessa é afinal o que mantém um espírito vivo no Ocidente, longe do apagamento prescrito a Leste. A demanda e incerteza são o que dá valor à Fé e impede o atolamento mais irreversível na satisfação ou na desistência. O que obriga a concluir que a Infelicidade citada primeiro é o único entretenimento humano que não embrutece, logo a Felicidade possível, na Terra. Por etapas, que seja, cada uma pode trazer um degrau de elevação.
De D. Alberto Bramão:

A FELICIDADE

De alma negra e dolorida,
No mal do mundo, encontrei
Um mendigo, um padre e um rei
Em busca de melhor vida.

Surprezo de espanto quiz
Indagar por que defeito,
Ninguem anda satisfeito,
Ninguem se julga feliz.

Disse-me o pobre: - Eu só choro
Pelo mal que me consome...
Ando nu e tenho fome,
E só grandezas adoro.

Quizera ter uma arca,
Cheia de montanhas de ouro...
Quizera ter um thesouro,
Quizera ser um monarcha
.

E o rei: - A minha opulencia
Traz o meu povo curvado...
Mas de ninguem sou amado,
Antes quizera a indigência.

O meu vulto altivo e nobre
Causa respeito ou terror...
Quizera antes inspirar amôr,
Antes quizera ser pobre
.

E o Padre: - Em louvor dos ceus
Passo uma existência incalma...
Mas, no fundo da minh´alma
Não sei ao certo se ha Deus.

Duvido; e aturo este mal,
por desprezo ao bem profano...
Preferia um desengano,
fosse qual fosse afinal
.

***

Vendo-os n´aquella anciedade,
Ainda lhes quiz perguntar,
Se acreditavam achar
No mundo a felicidade.

Vamos em procura d´ella
- Disseram com modo triste -
Mas não sabemos se existe
Na terra, ou n´alguma estrella
...


Acrescido de «Em Busca do Talismã», de Roger Mantegani
e
«O Colarinho Feliz», de Job Rabbelier.

2 Comments:

  • At 1:45 PM, Anonymous Anonymous said…

    Eu não acho que seja infeliz.
    Ingenuidade? talvez, mas pelo menos ando contentinha:)
    Beijinho

     
  • At 6:42 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Ainda bem, Querida MFBA. Por isso cada visita Sua é um Raio de Sol nesta escura prisão.
    Beijinho.

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra