O Misantropo Enjaulado

O optimismo é uma preguiça do espírito. E. Herriot

Monday, December 11, 2006

Espírito de Corpo

.

Por se passar na Quadra Natalícia, sem, no entanto, ser um filme de quadra, não resisto, hoje, um 11 de Dezembro que era também o dia do nascimento de Jean-Louis Trintignant, em evocar a fita pela qual o recordo, esse «MA NUIT CHEZ MAUD», em que, numa noite de Consoada, um católico Engenheiro, saído de meditações contra as heterodoxias na Ética se vê no habitat de uma extraordinariamente convidativa Françoise Fabian, livre-pensadora e divorciada, com as circunstâncias a fazerem tudo por não ajudar à coerência com os princípios. A seriedade subjacente é temperada pelo humor de Rohmer, em muitas cenas. Uma há que sempre recordo sobre todas: quando o protagonista, depois de exprimir a sua vontade de casar com uma Mulher loura e católica, em resposta à réplica de Maud que dizia não ser uma coisa nem outra, arrisca «eu podia convertê-la...».
Sempre foi para mim o emblema da batota que cedo ou tarde todos acabamos por nos propor.
Ah! Mas apesar da noite, ou talvez por já não ser na constância dela, o protagonista acaba por desposar uma possuidora das características mencionadas. Para meditar.
.

5 Comments:

  • At 4:13 PM, Anonymous Anonymous said…

    Querido Paulo
    Não sei se será bem, ou pelo menos sempre, emblema da batota.
    Penso que muitas vezes, ingenuamente é certo, se acredita que se pode conseguir.
    Eu acreditei muitas vezes. Não, hoje já não acrdito.
    Beijinho

     
  • At 6:57 PM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Querida Marta:
    Claro que a auto-confiança desculpa muita coisa. Mas o interessante é o à-vontade com que se põem de lado as bravatas das previsões. Aqui entre nós, era preciso muita presunção para mudar a Maud e quanto à cor do cabelo a fraudezinha da pintura, a pedir uma, muito mais indesculpável, a da declaraçãozita que tudo tranquilizasse e permitisse.
    Este Seu pobre admirador deixou-se de antevisões detalhadas no que lhe respeitasse, mal viu o filme. Mas ainda teve surpresas, apesar de se ter posto fora da trapaça.
    Beijinho.

     
  • At 11:11 PM, Anonymous Rita de Freitas Martins said…

    "(...) depois de exprimir a sua vontade de casar com uma Mulher loura e católica, em resposta à réplica de Maud que dizia não ser uma coisa nem outra, arrisca «eu podia convertê-la...»."
    Não sei se terá que ver com batota, mas o certo, é que passamos grande parte da nossa vida a encontrar teorias que procuram justificar caminhos que seguimos e opções que tomamos.
    Valerá a pena?
    Vou ver....
    Beijinho

     
  • At 11:54 PM, Blogger António Viriato said…

    Caro Paulo,

    Este foi um dos filmes que muito me impressionaram. Por ele me tornei um leitor frequente de Pascal, em particular, dos seus «Pensamentos». A velha questão do Pari, da aposta, sempre me incomodou, porque, na verdade, nunca a aceitei, por me parecer, afinal, mais um jogo saído do largo espírito daquele Mestre.

    Destes filmes, já hoje se não fazem, muito menos os podemos esperar da Meca do Cinema, se já nem da França eles nos chegam.

    Um abraço.

     
  • At 8:38 AM, Blogger Paulo Cunha Porto said…

    Querida Rita:
    Era precisamente esse aspecto de prescindir do que se teorizara em função do desejo do instante, com a consequente tentativa de harmonização formal que tranquilizasse a consciência que eu referia como «batota». É verdade que todos, mais ou menos, alguma vez nos comportamos asim. Única maneira de tornear a tendência: Não confundir princípios com programas. E temtar que valha a pena, como dizes.

    Meu Caro António Viriato:
    É bem verdade que é já difícil encontrar destas fitas, com um peso pensante que está longe de ser o que o público procura. A refutação de Pascal que serve como fio condutor da definição do personagem está belissimamente inserta e nunca surge como um exerto metido à pressão.
    Fico satisfeitíssimo, por verificar no Meu Querido Amigo esta fraternidade de culto pela «...Maud», o melhor do grande Rohmer.
    Beijinhos e abraço.

     

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home

 
">
BuyCheap
      Viagra Online From An Online pharmacy
Viagra